quinta-feira, 2 de julho de 2015

A História do GameCube - Consoles

O GameCube é um console da sexta geração lançado no dia 14 de setembro de 2001 no Japão. Ele foi desenvolvido e manufaturado pela Nintendo.
A Nintendo mencionou pela primeira vez um sucessor do Nintendo 64 no dia 3 de março de 1999, um dia depois da Sony ter anunciado o PlayStation 2. Dois meses depois, no dia 2 de maio de 1999, o presidente da Nintendo da América, Howard Lincoln, anunciou oficialmente o console, que tinha o codinome "Golfinho". Como sempre fazia, a Nintendo manteve silêncio por mais um ano sobre o "Golfinho", preferindo focar no Nintendo 64 e no Game Boy Color na E3 de 2000, um dia antes da Spaceworld 2000, onde a Nintendo anunciou oficialmente o GameCube, o resultado final do projeto "Golfinho".
O GameCube tinha um armazenamento médio e rodava CDs de 8cm, desenvolvidos pela Matsushita (Panasonic) e aguentava 1,5GB. Como ele era menor que um aparelho DVD, ele não conseguia rodar filmes, mas através de uma parceria com a Nintendo, a Panasonic desenvolveu e distribuiu o Panasonic-Q, um console com o hardware do GameCube mas que rodava DVDs.

O controle do GameCube combina elementos de todos os controles lançados até então, mas também apresentava inovações. Ele possui dois analógicos, um D-Pad e os "shoulder buttons" (R1 e L1), além dos botões Y,X,A e B.
Os botões L e R são ambos análogos, permitindo que o controle tenha várias funções diferentes durante os jogos, permitindo controlar a velocidade e fazer curvas mais facilmente em jogos de corrida por exemplo. Assim como o Nintendo 64, o GameCube possui quatro botões. O memory card tem uma capacidade de 4 megabits de memória.
Diferente do Nintendo 64 e Game Boy Color, que se conectam por adaptadores, o GameCube pode se conectar diretamente com o Game Boy Advance por meio de um cabo de ligação. O ultimo jogo lançado para GameCube foi Madden' 08 em 2006, quando o GameCube foi sucedido pelo Wii.
Controle
O controle do GameCube contém quatro botões principais (X,Y,A,B), três botões superiores (R, L e Z), um botão de Start/Pausa, dois analógicos e um d-pad. Ele foi muito bem criticado por ser um controle confortável. Os botões L e R são análogos e possuem a opção digital e análoga, a opção digital é quando o jogador aperta o botão, e a análoga é quando o jogador não exerce muita pressão no controle. O terceiro botão é o botão Z de cor azul, ele não tem a opção análoga.
Cada console vendido vinha com um controle junto, e a cor do controle variava de acordo com a cor do console.
História e Desenvolvimento
O desenvolvimento do GameCube começou assim que o Nintendo 64 foi lançado, a Nintendo afirmou várias vezes desde o momento que o N64 foi lançado que os planos para um novo console ja estavam sendo realizados. Antes do lançamento do GameCube, esse novo console estava sendo chamado de "Nintendo Dolphin".
O designer da Nintendo, Shigeru Miyamoto, disse que a transição do Nintendo 64 para o GameCube foi fácil comparada á transição do Super Nintendo para o N64. Ele comparou essa transição á mudança NES para o SNES, pois o novo console não tinha muitas mudanças desde o seu predecessor.
O design do GameCube foi muito criticado. Durante o lançamento do Wii a Nintendo disse que muitos críticos pensavam que o GameCube foi feito para parecer um brinquedo. O controle por outro lado, foi muito bem criticado por ser confortável de se usar.
Depois do GameCube foi lançado, Shigeru Miyamoto admitiu que o console vendeu muito menos que o esperado. Sendo até então o console com as piores vendas da Nintendo. O PlayStation fez com que o Nintendo 64 perdesse seu mercado e diminuísse bastante as suas vendas, mas o GameCube foi ainda pior. As vendas do PlayStation 2 eram muito maiores, até mesmo o XBOX superou o número de vendas do GameCube.
Mas durante a geração do GameCube a Nintendo conseguiu fazer mais dinheiro que seus competidores, isso se deve ao Game Boy Advance, que era compatível com o software do GameCube. Fazendo com que a Nintendo ganhasse dinheiro praticamente todo ano depois da descontinuação do console, enquanto outras empresas perdiam dinheiro.
Menu
O menu do console é naturalmente, um cubo, que consiste em 5 telas diferentes. A primeira mostra o jogo dentro do console, o menu de opções do console e do controle, e a memória do Memory Card, a segunda mostra a tela para iniciar o jogo, a terceira é onde você pode ajustar a posição da tela e regular o som, a quarta é onde você pode apagar, copiar ou transferir os dados do memory card e a quinta mostra a data e a hora.

Jogos
Os 10 jogos mais vendidos do GameCube:

  1. Super Smash Bros. Melee - 7,41 milhões de cópias
  2. Mario Kart: Double Dash‼ - 6.88 milhões de cópias
  3. Super Mario Sunshine - 5.91 milhões de cópias
  4. The Legend of Zelda: The Wind Waker - 4.43 milhões de cópias
  5. Luigi's Mansion - 3.33 milhões de cópias
  6. Mario Party 4 - 2.29 milhões de cópias
  7. Metroid Prime -1.87 milhões de cópias
  8. Star Fox Adventures - 1.69 milhões de cópias
  9. Mario Party 5 - 1.64 milhões de cópias
  10. Pikmin - 1.52 milhões de cópias
Jogos cancelados
Vários jogos estavam sob desenvolvimento da Rare para GameCube. Contudo, quando a companhia foi adquirida pela Microsoft, seus jogos para o console foram cancelados, com a exceção de Donkey Kong Racing, mas muitos jogos que seriam lançados para GameCube foram para o XBOX, e eventualmente, para o Xbox 360.

Veja também:
A História do Super Nintendo.
A História do Dreamcast.
A História do Virtual Boy.