quarta-feira, 1 de julho de 2015

A História de Parasite Eve

Parasite Eve é um RPG survival-horror desenvolvido e publicado pela Squaresoft (atual Square Enix) para PlayStation em 1998. O jogo foi inspirado em um livro de mesmo nome escrito por Hideaki Sena. Parasite Eve é considerado um dos clássicos de PS1 e chegou a ser relançado na PS Store em 15 de março de 2011.

História
O jogo começa na cidade de Nova York em 1997, os incidentes começam em 24 de dezembro e acabam no dia 29.
Aya Brea, uma novata na N.Y.P.D. (Departamento de Polícia de Nova York), estava assistindo á uma ópera no Carnegie Hall junto com um homem desconhecido no dia 24 de dezembro de 1997. Durante a ópera, a atriz principal, Melissa Pearce, troca um olhar com Aya e de repente, a audiência começa a pegar fogo em uma combustão instantânea que afeta todos menos Aya, o homem com quem ela estava, e Melissa. Isso aconteceu porque uma mutação de uma antiga mitocôndria, que descansava em um rim transplantado de Melissa há anos, despertou e se transformou na Mitocôndria Eve, Aya descobre que é imune a combustão e a polícia chega no local, mas não entra por causa do perigo que poderia afeta-los, e manda Aya sozinha com uma pistola e munição.
Aya confronta Melissa nos bastidores, e Melissa diz que a mitocôndria presente em Aya precisa de mais tempo para se desenvolver. Melissa então se transforma em uma besta voadora e foge pelos esgotos, declarando que seu nome agora é Eve. Ao sair do Carnegie Hall, Aya descobre que ela é a única sobrevivente do incidente junto com o homem que ela saia, e todos os outros presentes queimaram até a morte.
Mais tarde Aya descobre que ela é mais forte que as outras pessoas pelo fato de que ela também possui a mitocôndria de Melissa em seu corpo (que foi transferida á ela por um transplante de córnea), mas as duas se desenvolveram de forma diferente porque elas foram separadas ou porque o transplante de Aya não afetou seu DNA, como aconteceu com Melissa. Eve começa a transformar animais e organismos em Criaturas Neo-Mitocondriais (ou NMC). Aya mata essas criaturas para acabar com o sofrimento que enfrentavam e eliminar o perigo que representavam.
No Natal, Aya e seu parceiro Daniel Dollis visitam um cientista chamado Hans Klamp no Museu de História Natural Americano. Ele diz aos dois coisas sobre a mitocôndria que para eles eram inúteis. Mais tarde naquele dia, eles descobrem que Eve esta no Central Park no Teatro Delacorte, Eve transforma as pessoas em uma massa gosmenta laranja. Aya e Eve se enfrentam mas Aya acaba nocauteada durante a batalha. Daniel descobre que seu filho, Ben, estava no parque mas conseguiu escapar, mas sua ex-esposa, Lorraine, não teve tanta sorte. Manhattan é evacuada devido ao perigo que Eve representa. Enquanto Manhattan é evacuada, um cientista japonês chamado Kunihiko Maeda consegue entrar escondido na cidade.
No terceiro dia, Aya desperta em um departamento junto com Daniel e Maeda, e Maeda revela a origem de Eve. Um cientista tentou conservar as células de sua esposa depois que ela se envolver em um acidente de carro, e a mitocôndria em suas células se desenvolveram em todo seu corpo, e seus órgãos foram doados. Maeda acredita que Melissa acabou sendo possuída pela mitocôndria e agora esteja tentando gerar o nascimento á um "Ser Superior" (Ultimate Being). Os três visitam o Dr. Klamp novamente e ele diz á Aya que o DNA de suas células esta lutando com a mitocôndria. Depois de ele fazer algumas perguntas á ela, eles saem do local e retornam á Delegacia de Polícia, que foi atacada por Eve. Aya, Maeda e Daniel se apressam para salvar Ben e Douglas Baker (chefe da polícia) de um cão policial chamado Sheeva que sofreu mutações. Eles conseguem, mas um policial chamado Torres Owens acaba morto.
No quarto dia os três se dirigem ao Hospital St. Francis, onde Maeda sugere que Eve esteja tentando coletar o esperma do Ser Superior. Quando eles chegam eles descobrem que Eve também esta lá, mas ela ja coletou o esperma e fugiu.
No quinto dia, Aya presencia a gosma laranja das pessoas do parque entrar no sistema de água da cidade. Ela visita o Dr. Klamp de novo e descobre que ele esta desenvolvendo o esperma para que Eve consiga gerar o Ser Superior. Ele então entra em combustão instantânea como as pessoas da ópera e acaba morrendo, Aya tenta ajuda-lo mas ja era tarde. Ela descobre que Eve esta em outra parte do museu, onde a massa laranja a cercou completamente, formando um escudo impenetrável enquanto ela desenvolve o Ser Superior dentro do seu ventre.
Após diversas tentativas falhas de atacar Eve, os militares pedem á ela atacar Eve com um helicóptero, pois ela é a única que consegue chegar perto de Eve sem entrar em combustão. O plano funciona, mas Aya tem que terminar a luta pessoalmente na Ilha da Liberdade (Liberty Island) ao lado da Estátua da Liberdade, que estava destruída, onde Eve finalmente morre.
No sexto dia, Aya descansa em um navio da Marinha. O Ser Superior consegue se desenvolver e ataca o navio. Aya enfrenta o Ser Superior mas a mitocôndria presente nele se desenvolve em um nível alarmante, chegando até a se fundir com objetos do navio. Aya aumenta a pressão da caldeira do navio para extremamente alto, e então pula do navio antes dele explodir, matando o Ser Superior.
Depois desses eventos, ela e seus amigos tentam compensar o Natal perdido indo á ópera no Carnegie Hall novamente. Durante a ópera, a mitocôndria de Aya se comunica com as mitocôndrias de todas as pessoas presentes, fazendo os olhos de todos ficarem com uma coloração rosa. O significado desse final é desconhecido, uma teoria é que isso representa o que Eve quis dizer quando disse á Aya "Quanto mais você usa seus poderes, mais você fica parecida comigo".
Também há outro final não oficial, onde se o jogador ir até o Chrysler Building e derrotar o Truebred Eve (Eve puro, o verdadeiro vilão do jogo), Aya perde seus poderes da mitocôndria (mas acaba ganhando novos poderes, menos poderosos que levam á sequência) e salva a audiência da ópera, e possivelmente, toda a humanidade.
Vídeos de Longplay do jogo (embora cada vídeo tenha duas horas, eles foram separados em quatro partes para pegar o jogo inteiro):
Gameplay
Parasite Eve é um survival-horror com elementos RPG. Em uma grande parte do jogo a sua movimentação é livre. O mapa do jogo (que é o mapa de Manhattan) é limitado em locais específicos. Quando o jogador entra em locais específicos alguns eventos podem acontecer. Inimigos se materializam instantaneamente e apesar de não ter uma tela de batalha, o jogador ganha uma barra de vida que aparece até a batalha acabar, seja por derrotar todos os inimigos ou por fugir.
Na batalha, o jogador tem uma "Active Time Bar" (Barra de Tempo Ativo, ou ATB) que pode mudar o tempo de uma determinada ação. O jogador pode escolher entre atacar o inimigo com a arma equipada usando a PE (Parasite Energy) é possível defender, atacar ou dar assistência, também é possível usar itens, trocar de arma ou armadura, ou fugir. Se o jogador escolher atacar, um trajeto se forma demonstrando o alcance da arma. Se o inimigo estiver fora de alcance o ataque falha, e mesmo se acertar, vai ter um dano menor que o normal.
Quando o jogador usa a Parasite Energy, ele deve escolher em que deve usar, podendo escolher entre arma, armadura ou itens, mas se escolher fugir da batalha, experiência é perdida. Essa energia vai se recuperando sozinha aos poucos.
Um dos principais elementos RPG do jogo é o sistema de experiência. Sempre que o jogador avança de nível seus atributos aumentam e Pontos Bônus são dados, esses pontos podem ser distribuidos entre a ATB, capacidade de itens, ou atributos para a arma ou armadura.
Trilha Sonora
A trilha sonora do jogo foi feita por Yoko Shimomura, incluindo a intro chamada de "Primal Eyes", a ending "Somnia Memorias" é performada por Shani Rigsbee. A trilha sonora do jogo é uma das mais bem criticadas, usando influência de ópera e música eletrônica:
Além do jogo, o livro também ganhou um filme feito no Japão, esse é o filme com legendas em português: